sexta-feira, 31 de julho de 2015

Incesto com a irmã no Rio Grande do Sul....



Olá, meu nome é Renato, 28 anos, e escrevo para desabafar sobre um fato que teve inicio no mês de dezembro de 2011. Desde agosto de 2011 estava em viagem pela firma pela qual trabalho. Ainda sou iniciante e nossa firma enviou um grupo de umas 50 pessoas, alguns colegas, para a coréia do sul, na sede da firma, onde passaríamos por um treinamento especifico. Fiquei esse período todo sem transar, pois quem já teve a oportunidade de ver as sul coreanas sabe que elas são bem diferentes das orientais de filmes pornôs. Como disse, voltei em dezembro. Ao chegar no Brasil me dirigi para a casa de minha família no litoral do Rio Grande do Sul – Xangrilá. Quando cheguei em nossa casa na praia ela estava com as portas e janelas fechadas, mesmo sabendo que meus pais estavam pela praia, pois tinha ligado antes para eles. Mesmo assim resolvi tocar a capainha e para minha surpresa minha Irma Luiza veio me atender. Minha Irma é bem gatinha, 22 anos recém feitos agora, pele branca, cabelos pretos, seus seios não são grandes mas preenchem a mão, e o que realmente chama a atenção é sua bunda, também pelo tamanho, mas principalmente pelo formato, arrebitado e como fosse um coração de cabeça para baixo. Eu e Luiza sempre tivemos um grande contado e fomos sempre alem de irmão e Irma, grandes amigos em todos os sentidos.

Continuando....
Ela me recebeu super bem, estava nos fundos da casa tomando banho de sol e por isso usava um biquíni na parte de baixo aqueles de “curtininha” branco, que ela ajustou de maneira minúscula tanto na parte da frente como na de trás. A parte de cima era rosa forte que também quase não tapava nada. Entrei na casa e questionei sobre nossos pais. Ela me respondeu que eles voltariam para a praia no dia seguinte pois tiveram que ir a POA buscar umas encomendas de minha mãe para o natal e já viria junto o Caio – seu namorado. Coloquei minhas malas em meu quarto e vesti uma bermuda de futebol pois não agüentava o calor. Fui para o pátio e me deparei com um cena maravilhosa. Minha Irma estava de bunda para cima deitada numa cadeira com aquele vestido minúsculo, suas pernas não estavam completamente fechadas e ainda podia se ver as laterais de sua buceta. Sentei na sombra com um copo de suco e fiquei admirando a paisagem. Começamos a conversar (irei relatar algo como me lembro de nossos diálogos, espero compreenção de todos). Depois de dizer o quanto era diferente o lugar onde estava....
Luiza: E as gurias de lá??? Pegasse quantas?
Eu: poxa mana, a coisa lá tava complicada....nao tínhamos nem tempo para a sacanagem. Aquela gente não é como nos daqui....saimos eu e alguns colegas um as 2
 – 3 vezes para ir na zona, mas as mulheres de La são muitos estranhas. Não tinha como.
Luiza: Nossa mano....ta na seca esse tempo todo é?? Que droga, eu não conseguiria, ta loco!!! Mas nem punheta???
Eu: Bah Lu...punheta é bom quando tem uma bunda para homenagear...sem isso complica....nem lembro qual foi a ultima vez que me punhetinhei...meu saco até tava doendo esses dias.
Luiza: Mano...vou te dar uma dica...vai na praia da uma olhada em umas gurias e punheteia. Se não teu saco vai explodir.....hehhehehehe;
Conversamos mais um pouco, que não lembro direito como foi.
Eu: mana vou entrar..ta muito quente, vou tomar um banho.
Luiza: ta eu vou ficar aqui mais um pouco e depois também vou tomar um banho. Só assim mano....se tu for bater punheta ... goza no vaso, não goza no Box pq depois o chão fica grudento ta?
A conversa tinha me deixado um tanto excitado. Não é todo dia que uma guria pergunta se tu vai punhetiar aqui...gozar ali...chutei o balde

Eu: pode deixar, mas acho que não vou bater uma punheta, não tenho quem homenagear.
Luiza: Hahahahhahaha...ta bom. Duvido que tu não vai tocar uma no banho. Alem disso....po ta me judiando ne´. to de bunda para ti um tempão. Punheteia pensando na minha bunda poxa!
Achei aquilo muito loco e fiquei de pau duro na hora.
Luiza: poxa mesmo....pelo menos agradece...se não fosse por mim hein. Da uma olhada.
Minha Irma posicionou estava de bunda para cima e lentamente foi ficando na posição de frango assado na minha frente. Pude ver seu rabao e sua buceta que o biquíni não tinha como tapar.
Luiza: gostou?
Eu: Nossa...tu ta gostosa demais.
Luiza: Ta agora vai La tomar um banho e punhetiar...que eu to loca por um banho tambem. Vai punhetiar pela bunda da tua Irma hein.....hehehehehehe.
Subi as escadas e fui pegar umas roupas na mala alem da tolha. Demorei um pouco pq tava uma bagunça aquilo. Entrei no banheiro....só lembrando do que minha mana tinha feito e daquele rabo aberto na minha frente. Tirei a roupa e fiquei escorado na parede de frente para o vaso e comecei a me punhetiar lentamente. Estava La curtindo uma bela punheta...quando percebia que ia gozar diminuía o ritmo. Depois aumentava novamente. Quando de repente a porta do banheiro se abriu e minha Irma solta um gritinho.
Luiza: Ae guri....tu não ta no banho...pensei que já tinha ate saído. Ainda não terminou ai é??
Eu: O mana to me punhetinhando aqui calma.
Luiza: ai deixa eu colocar a toalha aqui para tomar um banho. Vai demorar muito?
Eu: Não...ja vou gozar.
Meu pau estava duro como pedra e apontando para o teto. Não sei se sou ou não bem dotado, quando medi uma vez tinha 21cm e a cabeça é grande.
Luiza: com esse teu pau do jeito que ta tu não vai conseguir gozar no vaso Renato! Ta maluco
Eu: Calma Lu..eu dou um jeito.
Luiza: Tu vai acabar gozando tudo aqui. Faz assim...vamos lembrar os velhos tempos.
Minha Irma ainda de biquíni me empurrou contra a parede e ficou na minha frente de pé. Ela pegou meu pau e passou um óleo para o corpo.
- Nossa mano como teu pau ta duro!!! Deixa que vou te fazer um carinho.
Ela começou a me punhetiar e a cabeça do meu pau batia as vezes na sua barriga Por que ela fazia muito rápido.
- Vou gozar Luiza!!!!
- Goza em mim...pode me melar...eu vou tomar banho mesmo...goza maninho...homenageia tua irmãzinha..
Ela aumentou a força e tive uma sensação muito estranha de dor e prazer ao mesmo tempo....comecei a gozar e cada jato de esperma meu doía ao sair. Minha Irma segurava mau pau com a a Mao bem forte na base.
Luiza: Nossa Renato que é isso...olha minha barriga como ta!
Olhei e vi o abdômen de minha Irma branco...branco mesmo.....de porra. Tinha aquilo por tudo e um pouco tinha batido no seu biquíni na parte de cima. Era muito sêmen!!
Eu: nossa quanta porra hein maninha...isso só pensando na tua bunda.
Luiza: Nossa nunca tinha visto tanta porra assim antes Renato. Vou entrar no banho para tirar isso. Nossa guri...que isso
Ela passava os dedos na minha porra. Entrou no Box e tirou o biquíni. Meu pau que ainda não tinha ficado completamente mole endureceu novamente ao ver aquela buceta depilada. Entrei no Box e vi que a água batia na minha porra para a buceta da minha Irma e depois escorria pela perna dela.
- Porra Renato...tu sujou até meu biquíni...se a mancha não sair tu vai me dar um novo hein. Porra mancha!!!!.
- Pode deixar...limpa bem minha porra ai da tua barriga.hehehheehe
Comecei a me punhetiar de novo na frente da minha Irma. Po...nao seria a primeira vez e dada as circunstâncias.
- Vai punhetiar de novo mano!!?
- Tem alguns problema Luiza? Quer que eu saia?
- Não..capaz mesmo!
- não tem como tocar uma punheta só...te vendo assim...peladinha.
- Ai Mano...para com isso....
Ela começou a se ensaboar e quando vi ela já estava com uma mão dedilhando sua buceta.
Eu: ué Lu...ta dedilhando a buceta? Hahhahaa
Luiza: Ah ta né...tu fica ai punhetiando me vendo pelada...e eu não posso tocar uma siririca vendo esse pau duro?
Eu: quero ver tu gozar para meu pau maninha...me mostra essa bundinha...deixa eu ver ela de novo...abre ela pra mim vai...
No que minha Irma se virou prensei ela contra meu pau e na sua bunda e fiquei dedilhando ela por um tempo. Ela se contorcia e rebolava no meu pau.
- Mano quer punhetiar na minha bunda?
- quero
Minha Irma pegou o óleo e passou no seu cu e na cabeça do meu pau. Ela ficou de costas para mim.
- Vai mano Poe a cabeça na bunda da sua Irma, mas só a cabeça ta....nao vai entrar esse pau na minha bunda..tu sabe disso (já tínhamos tentando uma vez quando éramos crianças e ela não gostava mais).
Fiz uma força para penetrar aquele cuzinho apertado e sinceramente não seu como entrou...graças ao óleo. No que entrou a cabeça ela pegou o resto do meu pau que tinha ficado de fora e começou a punhetiar. Eu seguia dedilhando ela e toda vez que ela gemia eu dava uma empurradinha de leve. Não agüentava mais ficar so na punheta..precisava meter meu pau na minha Irma...vi que sua bucetinha estava completamente aberta e cometi um ato de loucura. Calmamente tirei a Mao de minha Irma que me punhetinhava e coloquei em sua buceta ... para que ela se dedilhasse...olhei para aquele cu com a cabeça do meu pau dentro e não resisti.
- Não quer levar pau nesse cu? Então vai nessa buceta mesmo!
- O que???
Segurei minha Irma e prensei contra a parade...ela começou a pedir para eu parar...a levantei colocando minhas mãos em sua bunda...assim que a levantei acima do meu pau me encaixei por de baixo dela e comecei a desliza-la lentamente pelo meu pau.
Luiza: Para Renato!!! Para!!!! Ta maluco!!! Não faz isso!!!!AaaaaiiiIIIIiiiii!!! Tu ta me machucando!!!! Para!!
Minha Irma gritava e apertava minhas costas...
- Para Renato!!!!! Não entra mais!!!! (ainda faltava metade do meu pau)Aiii...Aiiiiiiiii!!!!ta me rasgando!!!
Comecei a bombar devagarinho na buceta e a cada estocada colocava um pouco mais do meu pau dentro da buceta da minha Irma. Ela nessa hora não falava mais nada. Só apertava minhas costas e tinha escorado sua cabeça nos meus ombros. Estava muito bom meter na minha Irma...sua buceta apertava meu pau e sentia a cabeça bater no seu útero toda vez que metia . fiquei metento nela assim por um tempo. Ate que ela falou.
- Mano para um pouquinho...deixa eu ver uma coisa.
Ela tirou sua cabeça do meu ombro e me olhou...pude ver aqueles olhos molhados e vermelhos...ela já tinha fechado as suas pernas em mim. Afastou um pouco seu tronco do meu ate poder ver a base do meu pau todo enterrado na sua buceta. Ela botou a Mao uns 2cm abaixo de seu umbigo e disse.
- Tu ta aqui ó....eu to sentindo tu dentro de mim!
Nisso ela colocou as suas mãos no meu pescoço e do jeito que tava começou a roçar sua buceta no meu pau...fazia força para enterrar mais meu pau para dentro dela e roçava com força...percebi que ela iria gozar e comecei a bombar também.
- Luiza: vou gozar maninho...mete tudo...mete tudo dentro...ai....aimete...mete..ai...gostoso!...vou gozar no teu pau mano...ai....

Continuei bombando e ela já estava diminuindo...pois tinha gozado...quando senti que não agüentaria mais segurar...comecei a bombar com muita força na buceta.
- Que tu ta fazendo Renato....nao goza! Por favor! Aiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!!!!!!!!!!!!que isso!!!!! Aiiiiiii!!!! Tira...tira!!!!! aiiiiiii!!!!eu to sentindo Renado!!!!AIIiiii
A mesma sensação de antes tinha voltado...a mistura de dor e gozo se misturavam...mas agora parecia que eu urinava sêmen de tanto que demorava cada sensação de jatos de esperma que jorrava para dentro da minha Irma. A cada jato minha Irma soltava um grito.... e colocava sua cabeça novamente no meu ombro.... eu já sentia a porra bater na cabeça do meu pau...uma sensação semelhante a gozar usando camisinha.
- Aiiiiii Renato!!!!! Por que??!!! Aiiiiiiiii!!!! Não da mais!!!! Aiiiiiii...tira..tira...aiiiiio que é isso em mim....aiiii!!!
Quando parei de ejacular...ofegante esperei alguns segundos. Minha Irma afrouxou as pernas e os braços e meu pau saiu de dentro dela. Ela colocou os pés no chão....nao me olhou..ficou de cabeça baixa...pegou a toalha se secou um pouco e saiu do banheiro com a toalha enrolada no seu corpo. Eu lavei meu pau e desliguei o chuveiro. Me sequei e fui atrás de minha Irma.
A encontrei deitada na borda de sua cama sobre a toalha aberta. Com os pés no chão e os joelhos dobrados com a barriga para cima e as pernas levemente abertas. Vi que sua buceta estava vermelha. Deitei do seu lado
- Lu...fala comigo....
- Ai Renato.....pq tu fez isso??
- Ai Lu...eu sai fora do controle e ai te agarrei....nao queria ficar so na punheta.
- Não to falando disso mano....tu pode meter em mim do jeito que quiser...sabe que eu gosto...a gente so parou de trepar pq crescemos e cada um foi para o seu lado...
- entao o que foi mana??
- ai..eu to com uma sensação estranha em mim...to me sentindo estufada sabe....cheia....aqui
E passava sua Mao um pouco abaixo do umbigo.
- tu não deveria ter gozado dentro....nao só por deixar gozo em mim, mas porque essa tua porra ta estranha é porra demais....me virei de lado e comecei a passar a mao na barriga de minha Irma.
- fica tranqüila  maninha....o leitinho do mano não faz mau....
- tu me encheu com a tua porra mano.
Ela sorriu....nos vestimos e seguimos a noite normalmente. Não transamos. No outro dia meus pais chegaram pela manha e o namorado da minha Irma também...veio de carona. Ela me puxou pelo canto a tarde;
- Mano...ainda não saiu nada de dentro da minha buceta...e essa coisa sensação estranha continua...mas ta diminuindo.....mesmo assim to com medo, porque não saiu nada.
Três semanas depois...minha porra já tinha normalizado pois minha Irma me boquetiou umas 4 vezes (foi o que conseguimos, sem que ninguém percebesse). Vi que minha Irma me olhou diferente.
- Que foi Lu...quer dar uma “volta”?
- vem aqui no quarto.
Chegando lá.....
- Renato nem sei como te dizer isso....mas já tem uns dias que tava me sentindo estranha....ai...mano....
- Fala Lu...que ta acontecendo??
- Mano...to grávida de ti....
- serio....
- sim....do Caio não pode ser por que sempre uso camisinha com ele desde um dia que ele gozou em mim e ficou com medo. Tu foi o ultimo e mais recente que gozou dentro de mim mano. Mas fica calmo que eu já to resolvendo isso.
- o que tu vai fazer Lu?
- Ontem o Caio me comeu e na hora que ele foi gozar eu não sai de cima dele e ele acabou gozando em mim também. Assim para os outros o filho é dele pronto.
A gravidez da minha Irma foi um choque para todos, mas meus pais se acalmaram e o Caio já esta se acostumando com a idéia de ser pai. Embora seja eu que acompanhe minha Irma nas consultas medicas as quais me identifico como pai do bebe. A gestação corre super bem...minha Irma esta linda grávida e esta ganhando peso (talvez por que eu dou meu leite para ela beber). O bebe não tem nenhum problema, o que era nosso medo. Se quiserem saber como esta a gestação me mandem email e atualizo as noticias. Abraço a todos!

terça-feira, 30 de junho de 2015

Dei em cima do meu irmão e ele acabou me comendo...


Eu confesso que desde pequena sempre fui muito curiosa e sempre tive meu irmão mais velho pra me ensinar certas coisas eu tenho atualmente 16 anos e ele tem 21 sempre fomos muito próximos nunca brigávamos estávamos sempre juntos jogando vídeo game e outras brincadeiras moramos em uma fazenda no RS certa vez eu tinha na faixa de uns 9 anos eu peguei meu irmão se masturbando no galpao ele não me viu pois eu fiquei olhando por uma fresta que tinha na parede e eu via bem direitinho o pênis dele ele ficou um bom tempo se masturbando e eu não conseguia parar de olhar me deu uma coisa estranha que tipo parecia que eu estava ipnotizada mas continuando depois daquele dia fiquei louca pra ver de novo então se eu visse ele indo pro galpao eu fazia um jeito de ir de trás sem ele ver é claro e assim fiz por uns anos quando eu tinha doze entrei no quarto dele e comecei a mexer em suas coisas quando de repente achei de baixo de seu colchão um monte de revistas pornos eu nem sabia como era que fazia sexo eu fiquei de boca aberta quando comecei a folhar as revistas e começou a me dar uma coisa muito gostosa comecei a ficar toda molhada e me deu vontade de passar o dedo na minha vaginae comecei a massagear bem forte e de repente senti minha calcinha se enxarcar tinha sido a primeira vez que me masturbava depois daquele dia comecei a ficar mais safada e dava indiretas pro meu irmão ele ficava meio sem jeito daí teve um dia que nossos pais tinham ido pra cidade e iam vir só de noite e era verão eu peguei e me levantei era umas 9 da manhã eles ja tinham ido e meu irmão estava dormindo ainda eu comecei a fazer as minhas tarefas de casa varrer a casa tirar o po dos móveis lavar roupa mas fiquei só com o shorts e a camiseta que uso pra dormir uma camiseta branca daquelas que quando molha fica transparente estava fazendo minhas coisas e o nikolas acorda e vai tomar café e eu estava acabando de lavar as roupas e estava toda molhada e estava aparecendo meus peitos e eu pensei que ele não ia olhar quando entrei na cozinha ele colocou o olho em mim e não parava de me olhar nessa hora eu fiquei muito excitada e falei oi mano dormiu bem ele responde dormi bem e agradece eu começo a lavar a louça que tinha ficado da janta e percebo que ele não tira o olho do meu corpo daí eu falo pra ele eu vi suas revistas de baixo do seu colchão ele fica todo sem jeito daí eu pergunto pra ele você ja fez à aquilo que está nas revistas e ele respondeu que não daí eu viro pra ele com a camisa toda molhada e digo me ajuda a tirar essa camisa é que molhou e fica colando e não sai ele responde mas você tá sem sutiã eu respondo só está nos em casa dai ele da uma risada e vem me ajudar quando eu tiro ele fica olhando pros meus peitos daí eu chego perto dele e digo nós podíamos fazer que nem na revista ele olha pros lados e quando ele olha de volta e eu chego e dou um beijo na boca dele eu nunca tinha Beijado na boca foi tão bom e eu coloquei a mão no seu pênis e ele agarrou minha bunda com força daí comecei a baixar meu shorts e fiquei peladinha na frente dele ele tirou a roupa e fomos para o meu quarto ele se deitou e eu fui por cima dele nessa hora eu ja estava enxarcada de tanta vontade de fazer sexo eu abri minhas pernas e ele colocou o pênis bem na entrada da minha vagina eu comecei a descer devagar mas mesmo molhada não estava entrando ele subiu por cima de mim estava doendo muito não aguentava mais daí ele teve a idéia de por óleo de comida na minha vagina ele colocou e começou a entrar mas parecia que estava me rasgando por dentro depois de duas horas já tinha colocado todo dentro de mim ele estava indo devagar pra não me machucar muito e ele começou a fazer movimentos de entra e sai bem gostoso dai de repente ele solta um líquido quente dentro de mim ele gazou dentro mas ainda bem que não engravidei ele tirou e fomos tomar banho e no chuveiro ele fica de pau duro de novo e senta no vaso sanitário e fala pra mim sentar no seu pênis eu viro de costas e sento e começo a subir e descer e parece que dessa vez é mais prazer do que dor começo a ir bem forte e ta muito gostoso e de repente eu vou ao orgasmo eu goso chego me mijar toda minhas pernas ficaram bambas não conseguia nem me levantar do colo do meu irmão foi o melhor dia da minha vida fazemos sexo até hoje só que hoje em dia tomo remédio pra não engravidar porque ele adora gozar dentro de mim e eu também gosto quando ele goza dentro bom pois é isso aí pessoal bjossss até